quarta-feira, 16 de março de 2016

Tem algo pior que o Bolsonaro: a direita disfarçada de esquerda


Zé Dirceu saiu da Casa Civil para se defender das acusações de corrupção. Foi para a cadeia. Lula entra na Casa Civil para se defender das acusações de corrupção. Sua família, enrolada na condição de laranjas, está à deriva. Lula retoma o governo no qual fez a neutralizada Dilma de fantoche. Ele pode tentar raspar o fundo do tacho do erário para tirar o Brasil da paralisia, mas só estará aprofundando a crise, que vai estourar pior, de novo, mais além.

Seu projeto não é mais disputar a próxima eleição. É salvar o que resta de sua imagem, deixando ao sucessor a tarefa amarga de lidar com um país quebrado. Serão três anos de luta política e econômica se nada acontecer, pela Justiça ou pelo processo de impeachnment.

É um plano de quem já está dando tudo como perdido. E quer levar o país junto. Só uma coisa é certa. O brasileiro vai pagar a conta de tudo o que forem fazer.

O pior é a ausência de uma liderança respeitada na oposição. Nesse vácuo, ganham espaço os Bolsonaros da vida. Bolsonaro é um terrorista, um criminoso. Só que já esqueceram disso, aparentemente, e na política ele construiu uma carreira longe dessas negociatas. Agora, pode aparecer como paladino.

Não adianta a esquerda reclamar da "ameaça da direita golpista". Ela é que acirra o maniqueísmo e deu espaço para os moralistas.

Bolsonaro, porém, não é a pior direita. A pior direita é a direita disfarçada de esquerda. Está claro hoje que Lula nao é a esquerda. Não há nada mais à direita, mais conservador, mais explorador do povo, mais mantenedor do status quo que um governo populista e demagógico.

Dar um dinheirinho para o pobre ficar satisfeito, sem mudar a sociedade, é o que o demagogo faz para se perpetuar no poder. E o que todos reclamam, inclusive quem acha que está defendendo Lula, é que o abismo social continua. Continua, porque nada mudou no governo do PT. Os banqueiros nunca foram tão ricos. Os pobres voltam à indigência do pé no chão. Lula deu ao povo brasileiro mais uma ilusão provisória, que agora vai estourando como uma bolha de sabão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário